A VIDA




terça-feira, 25 de setembro de 2007

A vida é breve.
E há de ser vivida!
Vivida em cada dor
Em cada alegria.
A vida é luz a ser partilhada.
Então, por favor, não esconda a luz,
Mas a mostre sem medo e pudor
Para todos.
Para todos!
Tantos aos que querem
como aos que não querem vê-la.
A vida...
Há vida...


Experimente comigo.
Cerre os olhos!
Vamos! Será maravilhoso!
Não tenha medo de não ver.
Às vezes, quando não vemos, vemos.
A luz precisa do escuro para brilhar.
De olhos cerrados,
Respire todo o ar ao redor,
Como se fosse o último de sua breve vida
E soltando o ar diga:
VI-DA!
Sentiu?
Pois não há nada que te faça mais vivo
Que dizer com toda a força:

VIDA!
Agora renovado pelo hálito sagrado,
Siga em frente e Viva.
Viva, por favor!
Se você conseguir
Maravilhas acontecerão em sua e em minha vida
E também não há nada mais maravilhoso
Que dizer com a alma:

MARAVILHA!
Viva a Vida como uma Maravilha!
E todo o Universo será presenteado,
Pois alguém, neste mundo, de fato viveu.
Não foi figurante ou ator coadjuvante
No espetáculo da própria Vida!
Vamos!
A vida há de ser vivida!

6 comentários:

César Fernández on: 25 de setembro de 2007 12:50 disse...

opa, obrigado pela visita...
belo poema parabens!

... Raphael on: 25 de setembro de 2007 18:31 disse...

Não sou muito chegado em poemas ... mas este esta muito bem escrito e outro detalhe é a leveza da imagem do post ... Muito boa ...
abraço

Levanta Creuza on: 26 de setembro de 2007 08:41 disse...

Bem legal, uma visão bem positivista... acho que tô precisando disso... hehe
Bjocas

Ana paula on: 2 de outubro de 2007 18:17 disse...

Adoro poemas, muito lindo!

An@Lu on: 20 de outubro de 2007 05:17 disse...

gostei do blog todo. mas esse poema fo o que mais me chamou a atenção. amo essas homenagens e exortações à vida. viver é bom! vamos viver muito, todos os dias!

Vinicius borges on: 5 de novembro de 2007 15:32 disse...

olá jonathan..

lindo o poema sobre a vida..

adorei mesmo..tudo a ver mesmo,,

abraços

 

Pesquisar este blog

Barra de vídeo

Loading...

Copyright © 2015 • Poemas ao vento
Blogger Templates