A alegria de esquecer




segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Palavras e mais palavras.
Escuto?
Não!
Esqueço.
Permanece em mim o vazio do não dito.
Afinal não é tão ruim esquecer.

6 comentários:

Sabrina Andrade on: 1 de dezembro de 2008 12:57 disse...

é.. não é tão ruim esquecer..

HoneyBee on: 1 de dezembro de 2008 12:58 disse...

Me disseram que o soro do leite é bom pra memória. 100ml antes de dormir.

rs.

Lari. on: 1 de dezembro de 2008 13:21 disse...

Um poeta? Bacana!
Certas coisas simplesmente precisam ser esquecidas. Outras nós merecemos esquecer, pra poder sentir o gostinho doce de lembrar. É clichê, mas é bom. Eu acho. E eu gosto de clichês.

[ rod ] on: 2 de dezembro de 2008 12:28 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
[ rod ] on: 2 de dezembro de 2008 12:29 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Galatea on: 1 de janeiro de 2010 16:27 disse...

Hum, achei interessante que a imagem escolhida para representar o poema tenha sido um caderno sem nada escrito.

Como para mim trabalho é sinônimo de leitura e escrita, a ligação subjetiva dela é bem forte para mim,vê?

Vou fazer como o poema diz e me esquecer um pouco das coisas aprendidas. Afinal, precisamos esvaziar a cabeça de vez em quando e deixar o vazio ficar por um tempo...

 

Pesquisar este blog

Barra de vídeo

Loading...

Copyright © 2015 • Poemas ao vento
Blogger Templates