Trivial




domingo, 14 de dezembro de 2014


Você gosta dos mesmos lugares
Daquela cadeira estofada indelicadamente
Dos mesmos filmes
De ouvir infinitamente aquelas canções
De amor
De perda
Você é tão previsível
Seu olhar
Seu riso tímido
Suas atitudes
Até suas exaltações
E incrivelmente eu amo
Amo tudo isso em você
Amo tudo isso que é
Você
Eu amo
Me surpreendo com a constatação
Eu, tão volúvel
Amando o óbvio e corriqueiro
Em você
Que é você
Meu bem, o amor tem suas
Eternas e belas contradições

Estou aprendendo ao te aprender...

0 comentários:

 

Pesquisar este blog

Barra de vídeo

Loading...

Copyright © 2015 • Poemas ao vento
Blogger Templates