Jamais




segunda-feira, 12 de julho de 2010



Jamais te esquecerei

E você sabe e também me faz saber

Seus passos lentos em meu peito empedernido

Umedece os meus rancores enrijecidos.

Sou solo fértil novamente e novamente escolho te amar.

3 comentários:

Rosário on: 12 de julho de 2010 11:06 disse...

Quanta sensibilidade! Olhando bem, bebendo dessa fonte inesgotável de amor que advém de seus poemas é que pude perceber que as palavras em itálico formam a palavra JESUS! :)

Impossível não amá-Lo,impossível não te amar!

martaluzgonçalves on: 24 de julho de 2010 16:55 disse...

Escolher amar Jesus é a nossa maior inteligência.
Ele deu maior amor por nós!
Quanta sensiblidade destas mãos que nos escrevem palavras tão verdadeiras.

Juliana Carla on: 14 de agosto de 2010 19:06 disse...

Nem deu os créditos... Que pena.

IMAGEM: JULIANA CARLA

Originalmente do post: “Germinar o outro”.
http://brailledalma.blogspot.com/2010/01/germinar-o-outro.html

Abraço

 

Pesquisar este blog

Barra de vídeo

Loading...

Copyright © 2015 • Poemas ao vento
Blogger Templates